sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Não é nada...

Aliás, não é nada, não.
Não posso dizer que não é nada.
Se não fosse nada, não falava disso, não pensava nisso.
Não é nada, não.
Só que não sei que seja.

Não, não é nada.
Não é mesmo nada.
Não pode ser.

1 comentário:

mariana disse...

"Nada. Não sou nada. Nunca serei nada. Aparte disse tenho em mim todos os sonhos do mundo.".

O grande FP é que sabe!!:D